C.M. Ílhavo - Voltar ao início
Hoje
Hoje
Amanhã
Amanhã
Visite Ílhavo Visit Ilhavo
Loja Online Online Store

Brites, Vaz & Irmãos, Lda

Material de pesca n/m Brites, [S/D]

CÓDIGO DE REFERÊNCIA

PT/CDI/BVI

 

TÍTULO

Brites, Vaz e Irmãos, Lda

 

DATAS

1935 - 1996

 

NÍVEL DE DESCRIÇÃO

Fundo/arquivo

 

DIMENSÃO

31 m.l.

 

SUPORTE

Papel

 

PRODUTOR

Brites, Vaz e Irmãos, Lda

 

HISTÓRIA ADMINISTRATIVA

A empresa Brites, Vaz e Irmãos, Lda, sociedade por cotas de responsabilidade limitada foi constituída em 6 de fevereiro de 1929, por escritura lavrada nas notas de Carlos Fragoso de Ílhavo.
A sua sede social era em Ílhavo e tinha como objeto o exercício da indústria de pesca do bacalhau nos Bancos da Terra Nova ou em qualquer outro ponto apropriado, viagens de longo curso e cabotagem e todo e qualquer negócio que conviesse à sociedade, exceto o ramo bancário.
A escritura de constituição previa a aquisição de terreno para aquisição de secadouros e armazéns.
Foi constituída como uma empresa de duração ilimitada, não podendo os seus sócios retirar-se antes do fim do ano social.
O seu capital social inicial era de quatrocentos e cinquenta mil escudos, dividido em quatro cotas, sendo os sócios José Cândido Vaz, oficial da Marinha Mercante, de Ílhavo, Samuel Joaquim Vaz e António Joaquim Vaz, agricultores, residentes no Estado de São Paulo, Brasil e Adelino da Rocha Brites, comerciante, residente na cidade de Santos, Brasil.
A cota do primeiro outorgante era representada pelo lugre “Vaz Quinto”, equipado com todos os aprestos e utensílios a uso.
O sócio gerente era José Cândido Vaz, que tinha como competências representar a empresa em tribunal, repartições públicas, contratos, obras de conservação e reparação de navios, aprestos, secadouros, armazéns; preparação da secagem do bacalhau e sua comercialização, praticar atos relativos à administração, convocar reuniões dos sócios, contratar pessoal e fixar a sua remuneração.
À Assembleia Geral ordinária competia a aprovação das contas de gerência, elaboração de relatórios e demais obrigações legais.

Durante os anos oitenta foram diversas as divisões de cotas que a sociedade sofreu.

A empresa foi adquirida em 1998 pela Rui Costa e Sousa e Irmão.

 

CONDIÇÕES DE ACESSO

O acesso a estes documentos rege-se pelo regulamento arquivístico em vigor.

 

INSTRUMENTOS DE DESCRIÇÃO

Guia, recenseamento.

 

NOTA DO ARQUIVISTA

O arquivo encontra-se em processo de descrição, facto que justifica a falta de informação relativamente à História Custodial e Arquivística.

 

DATA DE DESCRIÇÃO

2014

 

HISTÓRIA CUSTODIAL E ARQUIVÍSTICA

O Grupo dos Amigos do Museu Marítimo de Ílhavo adquiriu o espólio à empresa e depositou-o no Museu.

 

FONTE IMEDIATA DE AQUISIÇÃO OU TRANSFERÊNCIA

Grupo dos Amigos do Museu Marítimo de Ílhavo.

 

ÂMBITO E CONTEÚDO

Consiste na documentação produzida pela empresa Brites, Vaz e Irmãos, Lda. Contém correspondência, diários, viagens, documentos de caixa, circulares e planos.

 

SISTEMA DE ORGANIZAÇÃO

Ordem alfabética por designação da série.

 

voltar

Museu Marítimo de Ílhavo
Centro Cultural de Ílhavo
Biblioteca Municipal de Ílhavo
Forum Municipal da Juventude
CROACI
EMER
Skate Park
Ecocentro Municipal